7 de dezembro de 2008

Vida!!

Eu queria poder explicar o que eu estou sentindo agora.
Eu queria poder explicar tudo o que acontece comigo.
Mais não dá...tem certos momentos em que as palavras somem e a única coisa que eu consigo fazer é chorar em silêncio.
Chega um momento na vida da gente em que temos que abrir mão de coisas e pessoas que amamos muito. A vida simplesmente nos prega peças em que a única escolha que temos é aceitar.
Aceitar deixar quem você ama viver uma nova vida...uma vida só dela, para poder ver que você realmente fez um bem imenso pra essa pessoa.
Não pensem que é fácil para mim "simplesmente abandonar" as pessoas que eu amo, mais se faço isso não é pensando em ngm além de vocês.

Um pedido?
Dê valor a sua vida.
Saia com seus amigos, se divirta, conheça alguém especial...viva intensamente cada dia, pois o amanhã infelizmente não nos cabe saber.

Tem uma música que diz muito sobre o que eu quero dizer para todos que eu gosto.

Índios

Quem me dera
Ao menos uma vez
Ter de volta todo o ouro
Que entreguei a quem
Conseguiu me convencer
Que era prova de amizade
Se alguém levasse embora
Até o que eu não tinha
Quem me dera
Ao menos uma vez
Esquecer que acreditei
Que era por brincadeira
Que se cortava sempre
Um pano-de-chão
De linho nobre e pura seda
Quem me dera
Ao menos uma vez
Explicar o que ninguém
Consegue entender
Que o que aconteceu
Ainda está por vir
E o futuro não é mais
Como era antigamente.
Quem me dera
Ao menos uma vez
Provar que quem tem mais
Do que precisa ter
Quase sempre se convence
Que não tem o bastante
Fala demais
Por não ter nada a dizer.
Quem me dera
Ao menos uma vez
Que o mais simples fosse visto
Como o mais importante
Mas nos deram espelhos
E vimos um mundo doente.
Quem me dera
Ao menos uma vez
Entender como um só Deus
Ao mesmo tempo é três
Esse mesmo Deus
Foi morto por vocês
Sua maldade, então
Deixaram Deus tão triste.
Eu quis o perigo
E até sangrei sozinho
Entenda! Assim pude trazer
Você de volta pra mim
Quando descobri
Que é sempre só você
Que me entende
Do iní­cio ao fim.
E é só você que tem
A cura do meu vício
De insistir nessa saudade
Que eu sinto
De tudo que eu ainda não vi.
Quem me dera
Ao menos uma vez
Acreditar por um instante
Em tudo que existe
E acreditar
Que o mundo é perfeito
Que todas as pessoas
São felizes...
Quem me dera
Ao menos uma vez
Fazer com que o mundo
Saiba que seu nome
Está em tudo e mesmo assim
Ninguém lhe diz
Ao menos, obrigado.
Quem me dera
Ao menos uma vez
Como a mais bela tribo
Dos mais belos índios
Não ser atacado
Por ser inocente.
Eu quis o perigo
E até sangrei sozinho
Entenda!Assim pude trazer
Você de volta pra mim
Quando descobri
Que é sempre só você
Que me entende
Do início ao fim.
E é só você que tem
A cura pro meu vício
De insistir nessa saudade
Que eu sinto
De tudo que eu ainda não vi.
Nos deram espelhos
E vimos um mundo doente
Tentei chorar e não consegui.


*e ninguém disse,
que a vida seria fácil!!

Postado Por: Man** às 20:48

------------------------------------------------------------------------------

1 Comentários:
At domingo, dezembro 14, 2008 6:12:00 PM, Blogger Diana Carvalho said...

Hm, não sei o que esta acontecendo... mas espero que vc esteja bem.

mesmo!

um beijo,

 

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home