15 de setembro de 2007

Momentos

Não sei o que dizer hoje eu não acordei muito bem, talvez seja por eu não ter conseguido dormir, ou talvez por outra coisa da qual não me cabe saber.


Eu queria poder explicar o que estou sentindo mais sinceramente, eu não sei o que dizer. Está tudo bem, mais mesmo assim sinto como se estivesse faltando algo na minha vida, algo que eu não sei dizer, algo que eu não sei explicar. Eu sinto tanta saudade, de tantas coisas, de tantas pessoas, momentos que eu sei que não voltam mais e isso sinceramente me mata, sinto tanta falta de pessoas que infelizmente eu sei que não mais verei e isso dói dentro de mim de uma maneira inimaginável.


É como se um furacão tivesse passado na minha vida, e em tão pouco tempo tivesse destruído tudo aquilo que já construí. Agora está tudo se acertando novamente, eu estou sem palavras de tanta felicidade por ter o meu amor de volta como antes, como as coisas devem ser, mais não posso deixar de relatar o fato de que a saudade de tudo aquilo que sempre me fez tão bem está presente na minha vida.

Eu me perco no tempo, as horas passam tão depressa, a minha felicidade deveria fazer sumir a dor da saudade, ou não? É acredito que isso tudo(a saudade) deve fazer parte da vida de cada um, deve fazer parte das “leis da vida”, mais eu poderia me livrar disso, poderia me livrar de ter que sentir tudo isso, poderia apenas relembrar momentos e pessoas e não sentir saudade, mais acredito que assim eu me tornaria tudo aquilo que eu sempre desprezei, alguém sem sentimentos vivendo com frieza sem se importar com nada mais do que eu mesma, e dou graças por não ser assim.


Eu sinto falta de amizades que passaram na minha vida, de algumas pessoas que mudaram, de outras que morreram, e das que simplesmente tomou um rumo diferente na vida, e hoje eu ainda encontro e vejo a indiferença no “bom dia” sem nem se que olhar nos olhos.


Eu sinto falta da minha infância, foi tão boa. Lembro-me da inocência dos olhares de cada um. De quando não tinha de se preocupar com nada, somente em brincar, brincar antes que escurecesse ou começasse a chover. Lembro-me de quando jogávamos vôlei, de como eu adorava andar descalça, de quando eu aprendi a usar o abridor de latas e me acabava com o leite moça, depois implorava pra minha “tia” comprar outro pra minha mãe não brigar comigo.


Lembro-me das festas de família, de como era divertido e como tudo isso foi se perdendo com o tempo, era uma legião de primas e primos da mesma idade, brincando, pulando, gritando e até brigando era legal. De como eu queria dormir todos os dias cedo só para o Natal chegar mais rápido, e hoje eu sinto como se alegria do Natal estivesse morrido dentro de mim.


Por tantas vezes eu me pergunto o porquê das coisas serem assim, porquê tem que mudar dessa maneira?! Claro que a resposta eu sei, por que faz parte da vida, tudo muda, a mesma pessoa nunca entra duas vezes dentro do mesmo mar, por que na segunda vez a pessoa não será mais a mesma, nem o mar será o mesmo.


Eu só queria que tudo na vida voltasse a ser tão simples quanto preparar um miojo.


Eu quero agradecer as pessoas que permanecem na minha vida, agradecer aquelas que entram a pouco, e desde já agradecer aquelas que ainda entrarão na minha vida, eu sempre falo uma frase que o meu amor detesta mais é a verdade “a vida é assim, uns vem outros vão e poucos permanecem”.

Desculpa lindo. você em especial é alguém que eu quero que esteja presente na minha vida sempre, “todos os anos, todos os meses, todos os dias, a cada nascer do Sol, a cada eclipse...”. Como você mesmo me disse essa semana. Eu te amo lindo a cada toque, a cada beijo, a cada abraço, a cada olhar, a cada suspiro. A cada instante meu amor por você só cresce mais e mais e me sinto totalmente feliz por ter o seu amor pra mim.

Obrigada.

Postado Por: Man** às 13:29

------------------------------------------------------------------------------

9 Comentários:
At sábado, setembro 15, 2007 3:51:00 PM, Anonymous Angel** said...

E eu sinto tanta a sua falta Man, te amu maninha
bjinhus

 
At sábado, setembro 15, 2007 3:51:00 PM, Anonymous Angel** said...

E eu sinto tanta a sua falta Man, te amu maninha
bjinhus

 
At sábado, setembro 15, 2007 8:04:00 PM, Blogger Photoandesign said...

Este comentário foi removido pelo autor.

 
At sábado, setembro 15, 2007 8:08:00 PM, Anonymous Tata Vitorino said...

Moreee não ém ais esse blog ki saiu ai não viu...esse ai eu exclui faz tempo é akele de sempre...
www.photoandesign.zip.net

Ixi tinha saido errado,ou eu to lok?

Bju

 
At sábado, setembro 15, 2007 8:09:00 PM, Anonymous Tata Vitorino said...

Intaum eu exclui agora escrevo de novo, eu exijo q vc vá ver meu novo template, e leiaaaa o meiunhuuu q tem como titulo ETC...lêeee td oq eu escreviii láa.....bju

 
At sábado, setembro 15, 2007 8:11:00 PM, Anonymous Tata Vitorino said...

More posta meu flog ai tbbbbb(cara de brava!!)

www.fotolog.net/tata_vitorino

 
At sábado, setembro 15, 2007 8:45:00 PM, Anonymous Tata Vitorino said...

Eu li td sim...deu até um certo enjoo vc so fala de saudade e eu fikei curiosa por esse trecho aki...

"Não sei o que dizer hoje eu não acordei muito bem, talvez seja por eu não ter conseguido dormir, ou talvez por outra coisa da qual não me cabe saber."

Que outra coisa q não cabe saber???
Hummmmmm........sei,sei!hauhahua

E vc ainda não postou o link do meu flog...quero so ver hein!

 
At domingo, setembro 16, 2007 9:22:00 PM, Anonymous Aninha* said...

oi amorrr

eh...a vida nao eh tao mais facil
adorei a analogia q vc fez

"tao simples qnt preparar um miojo"

mas...coisas simples...temos q admitir...na maioria das vezes nao valem a pena!....rs

e os desafios q nos fazem viver....podem ser enfrentados...com pessoas especiais...


quem neh mor?

VC!...amiga perfeita!...q eu amo tanto...e q a cada dia aumenta mais!

saudades!
temos q ver o little pedrooo!


TE AMO!

 
At domingo, setembro 16, 2007 9:24:00 PM, Anonymous Aninha said...

nossa!

falei bonito ai em cima neh amor!?

huahuahuahua

t amo

 

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home