16 de outubro de 2008

Ainda,

Nas incertezas de um caminho que é
Tão doído sem você,
Eu já me encontrava tão sozinho antes
De adeus você dizer
Na mágoa de um sonho que acabou
Dia-a-dia sentia você partir
Sem rumo, perdido vou ficando aqui.
Sem você Sem você
Nem o tempo me faz companhia
Não me arranque essa agonia de viver
Sem você Sem você
O silêncio dessas horas frias
São palavras que não sei dizer
Ainda amo você.


Postado Por: Man** às 13:11

------------------------------------------------------------------------------

0 Comentários:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home